Qual o efeito de consumir líquidos durante as refeições?

No nosso estômago ocorre a digestão de proteínas, e para isso é necessário a ação de enzimas que são ativadas pelos pH ácido! Este pH ácido é proporcionado pelo ácido clorídrico produzido intrinsicamente (pelo nosso organismo).

Sendo assim, para que o processo de digestão seja iniciado precisa-se do pH ácido que ativará as enzimas que efetivamente participaram do processo digestivo, que tem duração de uma hora no estômago. Quando consumimos muita água diluímos o suco gástrico o que poderá atrasar e muito o processo de digestão! Isto causa empachamento – sensação de estômago cheio.

Além desta questão de pH, temos a questão do volume gástrico (do estômago). O  estômago é como se fosse uma bexiga, quanto mais colocamos alimento mais distende, ocasionando uma maior distensão abdominal e por consequência um maior volume gástrico, assim a pessoa demorará mais tempo para desencadear o primeiro processo de saciedade, que é ativado pela leve distensão abdominal.

E, um outro fator que o consumo de líquido age indiretamente é quanto a mastigação. Pessoas que não mastigam corretamente, seja por problemas na dentição, ou até por uso de aparelhos ortodônticos ou próteses dentárias móveis, ou porque comem rápido de mais, acabam usando o líquido para ajudar a comida “descer”!

Isso é um dos grandes causadores de Refluxo!

Já que entre a boca e o estômago há um “cano”, o esôfago, por onde a comida trafega. Antes da comida chegar ao estomago passa por uma barreira, como se fosse uma porta, o esfíncter, gastro-esofágico, que abre e fecha constantemente ao mesmo ritmo da mastigação e deglutição. Se a pessoa não mastiga corretamente o esfíncter também não abrirá corretamente, causando então bloqueio da descida do alimento, quando isso acontece, de modo até inconsciente, a pessoa toma líquido para ajudar a comida “descer”, e isso causa até dor! O esfíncter acaba abrindo pela pressão do líquido e não pelo processo peristáltico (movimento de boca a anus que direciona o caminho dos alimentos pelo sistema digestório).  Com o tempo, o esfíncter pode permanecer mais aberto do que fechado, causando retorno dos alimentos que estão no estômago para o esôfago, que é uma das causas do Refluxo Gastro-esofágico, e podendo ocasionar, a longo prazo, uma hernia de hiato

Há uma indicação de quando devemos ingerir os líquidos? 

Pensando nas grandes refeições almoço e jantar:

Antes 15 a 30 minutos.

Após uma hora.

Há algum líquido que possa atuar beneficamente? 

O consumo da laranja pode ajudar na absorção de ferro, mas não precisa ser na forma de suco, pode ser na forma da fruta.

Mas, caso a pessoa não consiga consumir a fruta, consuma no máximo 200ml do suco, na forma natural, pois mantém os nutrientes, consumindo aos pequenos goles. Nunca para ajudar a “empurrar os alimentos”.

 

Bjodanutri

assinatura-van-nutri-300x208 Qual o efeito de consumir líquidos durante as refeições?

assinatura nutricionista esportiva

#NutriVanessaLobato
Nutricionista Vanessa Lobato
Nutricionista Especializada em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP
Nutricionista Especialista em Fitoterapia pela Santa Casa
Professora – Tutora de Nutrição da FASM