Colágeno e Firmeza da pele

O que é Colágeno?

O colágeno é uma proteína essencial para estrutura e sustentação celular, presente na pele, ossos, cartilagens, ligamentos e tendões. Seus principais aminoácidos são lisina, glicina, prolina e hidroxiprolina. Nosso corpo produz diferentes tipos de colágeno conforme a necessidade de cada tecido.

Tipos de Colágeno

Tabela-colágeno-blog-300x193 Colágeno e Firmeza da pele
No mercado, encontramos produtos de colágeno que prometem melhorar a firmeza da pele, a textura do cabelo e até mesmo ajudar na osteoporose, dado o papel do colágeno na constituição óssea. No entanto, a eficácia do colágeno hidrolisado isolado, sem os micronutrientes necessários, é questionável. Nosso corpo produz colágeno utilizando aminoácidos como lisina, glicina, prolina e hidroxiprolina, além de vitaminas (C, E, B6, biotina, entre outras) e minerais (manganês, selênio, zinco, entre outros). É de suma importância atender a todas essas necessidades para estimular a síntese adequada de colágeno, adaptando-se conforme as demandas específicas do corpo para garantir a saúde e a beleza tanto interna quanto externamente

É bem conhecido que consumir apenas colágeno não é eficaz por dois motivos fundamentais: O colágeno é uma proteína composta por aminoácidos ligados. Para que possamos absorvê-lo, precisamos primeiro quebrá-lo em aminoácidos durante a digestão. Após a absorção dos aminoácidos, se o nosso corpo decidir produzir colágeno, terá apenas os aminoácidos disponíveis, mas faltarão as vitaminas e minerais essenciais para a síntese adequada.

clip_image001%25255B3%25255D Colágeno e Firmeza da pele

 

Mercado de Colágeno

Atualmente, colágenos hidrolisados pré-digeridos facilitam a absorção de aminoácidos. Alguns incluem vitamina C e silício, importantes precursores para sua síntese. O UC-II, focado em articulações, mostra potencial para aliviar dores articulares, embora mais estudos sejam necessários para comprovar sua eficácia.

Resumindo

A suplementação de colágeno pode ser eficaz quando combinada com os nutrientes adequados e estímulo interno necessário para sua produção, mas quanto a comprovações científicas sérias, ainda é controverso.