Café de Açaí substitui o café?

“Café de Açaí” substitui o café?

“Café de Açaí” é uma bebida preparada de forma semelhante ao nosso café tradicional, porém ao invés de usar o fruto do cafeeiro (nome científico – Coffea arabica) é usado a semente (caroço) do fruto do açaí (nome científico – Euterpe oleracea Mart.).

Não se sabe ao certo quando surgiu, mas desde 2017 produtores de açaí da região Norte do Brasil, principalmente Pará e Amazonia, tentam obter a patente da bebida “café de açaí”.

É importante ressaltar que o nome “café de açaí” ainda gera controvérsias, já que pela nossa legislação a denominação café é somente para o endosperma (grão) do fruto maduro da espécies do gênero Coffea, o nosso café, e devido a isso usar café para a semente do açaí ainda gera discussão.

Os benefícios do “café de açaí”

Por ser algo novo ainda está em análise as propriedades da bebida extraída da semente do açaí.

O fruto açaí está cada vez mais sendo consumido e através de vários estudos científicos já é reconhecido pelo seu alto poder antioxidante. Agora novos estudos estão sendo realizados para analisar as propriedades do caroço do açaí de onde é feito o “café de açaí”.

De acordo com a avaliação dos compostos alimentares presentes no caroço de açaí foi encontrado inulina e polifenóis . Inulina é uma fibra alimentar que tem como função ser uma fibra prebiótica pois auxilia no balanço positivo da nossa microbiota intestinal, além do controle glicêmico,  já os polifenóis são potentes antioxidantes.

Já a bebida extraída do caroço do açaí torrado para consumo ainda está sendo avaliada, mas um recente estudo realizado Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da UNICAMP  demonstrou a presença da Inulina num extrato do caroço torrado, o que pode ser um benefício importante. Porém é importante saber que a extração do extrato do açaí é diferente da preparação do “café de açaí”. No entanto, se for possível replicar a quantidade de inulina extraída na bebida igualmente extraída no extrato, poderemos ter uma bebida funcional tirada de um produto que atualmente é descartado na natureza.

Um outro estudo realizado pela Universidade Federal do Pará (UFPA) conseguiu avaliar a presença dos polifenóis no resultado da bebida quente extraída do caroço de açaí, o que também aumenta as propriedades positivas dessa bebida.

Por enquanto ainda é mito dizer que o “café de açaí” é fonte de fibras, já que em 2020 uma análise realizada pela UFPA demonstrou que apenas 1% de fibras encontradas no caraço in-natura chega a bebida após a torra do caroço. Mas, como em agosto de 2023 na UNICAMP conseguiu extrair uma boa quantidade dessa fibra inulina por outros métodos, então há uma esperança que com mais estudos isso possa ser possível, como novas técnicas de manipulação do caroço, da torra e do preparo.

Hoje o “café de açaí” é uma bebida estudada como alternativa ao descarte das sobras dos produtos do açaí, com um potencial em ser fonte de antioxidantes e fibras prebiótica e com um sabor agradável e suave.

Há a necessidade de mais estudos!

As universidades em conjunto com os estados produtores do açaí estão correndo contra o tempo para conseguir direcionar um descarte do caroço do açaí de um modo mais sustentável e que ainda possa proporcionar benefícios a população que o consuma. Por isso, grandes universidades estão trabalhando através de pesquisas sérias para analisar e direcionar as melhores formas de utilização do caroço do açaí.

Sendo assim, o “café de açaí’substitui o café no quesito sabor, mas nos quesitos cafeína e antioxidantes não.

#BjodaNutri

assinatura-van-nutri-300x208 Café de Açaí substitui o café?

assinatura nutricionista esportiva

#NutriVanessaLobato
Nutricionista Vanessa Lobato
Nutricionista Especializada em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP
Nutricionista Especialista em Fitoterapia pela Santa Casa
Professora – Tutora de Nutrição da FASM